Artigos e Notícias

RIO A informação clara e ostensiva aos cidadãos sobre direitos e questões que serão corriqueiras durante a Rio 2016, como o que é permitido levar aos estádios e transporte, é a maior preocupação do Secretário Nacional do Consumidor, Armando Rovai, em relação ao evento. Rovai e a coordenadora-geral de Articulação de Relações Insitucional da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), Patrícia Galdino, estiveram, nesta segunda e terça-feira, na cidade para ver de perto como está sendo estruturado o sistema de defesa do consumidor para as Olimpíadas.

A Rio 2016 é o evento mais importante que acontece no Brasil este ano. Durante os Jogos teremos uma linha direta, “um telefone vermelho não só com as entidades ligadas à defesa do consumidor, mas com os setores mais sensíveis, como empresas aéreas, hotéis, bares e restaurantes. O número de reclamações, neste momento é baixo, e acho que isso se deve também pela aproximação dos órgãos de proteção com a organização do evento informou o secretário, que visitou a Empresa Olímpica Municipal para conhecer como será a atuação em prol do consumidor. Minha preocupação maior é a informação, é preciso saber claramente, o que se pode levar para o lanche, qual é o melhor meio de acesso, o consumidor não pode ser surpreendido. A preocupação com segurança é fundamental, mas não se pode deixar a clareza na oferta ao consumidor em segundo plano.

A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Rio (Codecon/Alerj), já oficiou o Comitê Olímpico para que divulgue a lista de produtos alimentícios que os consumidores poderão levar para os locais dos eventos, evitando dúvidas sobre a questão, iinforma o presidente da comissão, o deputado Luiz Martins.

Em sua primeira visita oficial, desde que foi empossado no início do mês passado, as entidades que participam do Projeto Integração da Defesa do Consumidor no Estado do Rio de Janeiro Procon Carioca, do Procon estadual, do Ministério Público do Rio, da Defensoria estadual e da Comissão de Defesa do Consumidor da Alerj e da OAB-RJ —apresentaram o planejamento do trabalho para a Rio 2016 a Rovai.

Estamos monitorando o processo, mas achei importante vir conhecer de perto a estrutura que está sendo montado. E fiquei muito impressionado com a relação sinérgica dos vários entes que trabalham na defesa do consumidor no Rio disse o titular da Senacon.

Segundo o presidente do Procon Carioca, Fábio Ferreira, o órgão está preparado para resolver com rapidez eventuais problemas de consumo que possam surgir durante os Jogos. Ele lembra que a central telefônica 1746, de atendimento ao cidadão da Prefeitura do Rio, funcionará 24 horas por dia, com atendimento em inglês e espanhol.

A parceria com a Senacon é fundamental para a proteção do consumidor durante a Rio 2016, pois reforça a atuação dos órgãos regionais. Ela já aconteceu na Copa de 2014 e agora se repete, num evento de imensas proporções par a cidade e o cidadão ressalta Ferreira, acrescentando que a parceria não se limita ao evento.

 

Notícia publicada em 20/07/2016.

Fonte: GLOBO.COM




Rua da Assembléia 61, 4°, 12° e 13º andares - Centro - Rio de Janeiro - RJ
CEP: 20011-001 Telefone - fax - pabx: 55 (21) 2215-8470
Casaes & Almeida Advogados Associados
Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Unlock Sistemas